fbpx

Geral

Nível de Risco em projetos de Business Intelligence

Roberto Oliveira
Escrito por Roberto Oliveira em 30/07/2018
Nível de Risco em projetos de Business Intelligence
Junte-se a mais de 3.500 pessoas

Entre para nossa lista e receba um ebook exclusivo sobre as fases do projeto de business intelligence

Os Riscos de um projeto são um conjunto de eventos que podem ocorrer sob a forma de ameaças ou de oportunidades que, caso se concretizem, influenciam o objetivo, negativamente ou positivamente.

Como tratamos aqui o projeto de BI como um produto em desenvolvimento perpétuo é bem melhor aplicar processos alinhados com a metodologia ágil do que se apoiar no tradicional PMBOK, então, nessa linha segue algumas informações importantes.

Existem vários tipos de risco

Nós interpretamos o mundo através de conceitos que incluem nossos valores, crenças, princípios, premissas e conhecimentos. A visão limitada de “realidade” que esta janela nos proporciona modela e afeta nossas decisões, ações, interações e outros aspectos de nossa vida.

Esta “janela” pode nos fornecer uma percepção inadequada para lidarmos com a complexidade de tudo que nos cerca.

O modelo Cynefin

O framework do modelo Cynefin pode ajudar os líderes a determinar o contexto operacional predominante para poderem tomar decisões adequadas.

Este modelo que teve base na teoria da complexidade classifica os problemas enfrentados por líderes em cinco contextos definidos pela natureza da relação entre causa e efeito. Cada contexto requer ações diferentes.

“Simples, Complicado, Complexo, Caótico e Desordenado”

* Desordenado é o que não foi categorizado ainda.

O risco simples
Fazer:
Diagnostico da situação,
Agir de forma apropriada ao contexto,
Domínio das melhores práticas

Universo:
Ordenado
Relações de causa e efeito perceptíveis,
Caracterizado pela estabilidade

Resposta:
Determinada com base nos fatos,
Entender, Categorizar e Responder

O risco complicado
Fazer:
Domínio dos especialistas

Universo:
Relação entre causa e efeito exige uma análise mais aprofundada,
Necessita de conhecimentos específicos.

Resposta:
Pode conter diversas respostas corretas
Nem todos conseguem enxergar
Entender, Analisar e Responder

O risco complexo
Fazer:
Domínio dos criativos, emergência

Universo:
Não ordenado
Não há relação imediatamente aparente entre causa e efeito
Desconhecido predomina sobre o conhecido

Resposta:
Impossível descobrir uma resposta certa
Sondar, Entender e Responder
Exige levantamento de fatos antes da tomada de decisão para minimizar a imprevisibilidade

O risco caótico
Fazer:
Domínio do ad-hoc, Imediatismo
Realizar uma mudança radical

Universo:
Não ordenado
Não existe uma relação entre causa e efeito
Mudança constante
Não há padrões controláveis
Não existe nenhuma previsibilidade

Resposta:
Respostas imediatas
Buscar uma resposta certa é inútil
Agir, Entender e Responder

Uma boa prática é a manutenção de um quadro de riscos. A idéia por trás deste é de funcionar como o quadro de tarefas do SCRUM, porém dividido em três partes: mitigar, aceitar e evitar, que são as categorias básicas de respostas aos riscos.

Evitar um risco é a ação de eliminar a causa, inviabilizando a sua ocorrência
Mitigação de um risco é a suavização das consequências, ou a diminuição da probabilidade de um risco por meio de um plano de mitigação
Aceitação de um risco é a ação de simplesmente aceitar suas consequências, podendo haver ou não um plano de contingência

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.